IRANI MARTINS
 "REFLEXÕES DE UM CORAÇÃO PENSANTE"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks


QUE EU VEJA ALÉM DAS NUVENS DO CÉU.
 
Que a mulher de hoje, 
Traga dentro de si,
A alegria e a fé, 
Da criança de ontem.
Para que a cada amanhecer.
Resgate novos sonhos,
E ilumine a vida com risos soltos,
 
Que a mulher de hoje,
Como a criança, que foi,
Entenda que o ontem e o amanhã, 
Não vieram gravados na sua essência,
E a vida deve ser vivida no tempo presente,
 
Que a mulher de hoje, 
Ao olhar-se no espelho,
Veja detalhes que narram,
Enredos e histórias de risos e choros,
De uma vida bem vivida,
 
Que a mulher de hoje,
Ao fazer o balanço dos seus anos,
Tenha em suas mãos,
Umm saldo positivo de paz,
 
Que o seu andar mais devagar, 
A passos curtos, 
Não signifique carga desnecessária,
Pesando sobre seus ombros,
Mas sim, a sabedoria apreendida, 
Que lhe desacelera o ritmo,
Alongando o tempo,
E que neste ato, 
A mulher de hoje, 
Ainda saiba olhar como criança, 
Se deter nas pequenas surpresas da vida,
Observando e vivendo o "presente vida".
Que a mulher de hoje,
descubra tesouros, ao longo do dia,
 
Que a mulher de hoje, 
Saiba adentrar ao seu habitat original,
Recuperar seus pedaços perdidos, 
Tornar-se una com sua própria essência.
Saber-se mais que matéria,
 
Não mais,
Andar sem olhar as nuvens no céu,
E como a criança que foi,
Procurar formas no algodão das nuvens, 
Ainda, curiosa, buscando conhecimento,
Como a criança que foi,
Mas tocando a vida,
Com sabedoria,
Com suavidade no tato e no trato,
Aprendendo com as sutilezas do caminho,
 
 
Que a mulher de hoje,
Tal qual a criança que brinca, 
Encontre nas nuvens carneiros e aves,
Nas nuvens que brincam no céu,
Mas que,
A mulher que aqui avalia seus anos,
Possa olhar além das nuvens, 
Ver o azul do firmamento,
Entender a vida como infinito, 
Se poetizar com a luz do luar,
Brilhar tal qual o Astro Rei que retorna sempre iluminando,
Após a noite escura,
E olhando através das nuvens, 
Ver, as Estrelas no Céu, 
E fazer delas,
Berço para seus novos sonhos, 
Como a menina que foi.
 
Que a mulher de hoje...
Pegue pela mão a criança que é,
E comemore as marcas, vitoriosas,
Que o tempo deixou em si.
 
Irani Martins
28/04/2017



 
Irani Martins
Enviado por Irani Martins em 28/04/2017

Música: Gracias a la vida - Richard Cl - www.youtube.com

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

"SOU O QUE VEJO"

Irani Martins